Com tantas mudanças no mercado de trabalho e na economia, as famílias brasileiras contam hoje com modelos cada vez mais dinâmicos e modernos para cuidar da casa. Quem tem filhos sabe o quanto pode ser difícil achar alguém de confiança para poder sair para trabalhar ou se divertir. A estrutura antiga, que contava com vários profissionais auxiliares dentro de casa, deu lugar a rede de serviços sobre demanda, baseados na economia e na necessidade em cada situação. Neste artigo, vamos ver as principais diferenças entre o modelo tradicional de babá e as babysitters atuais.

Rotina x demanda

A babá é aquela quem trabalha diariamente na casa da família, auxiliando nas tarefas domésticas relativas ao bebê, cuidando e brincando com a criança. A babá chega e sai da casa no mesmo horário diariamente, tendo carteira assinada e todos os benefícios assegurados pela família. As babysitters funcionam de acordo com a demanda da família, podendo trabalhar em horários diferentes, inclusive fora do período comercial. O pagamento é feito por serviço, segundo o acordo entre as partes. A babysitter não possui vínculo trabalhista com a família e pode trabalhar por rotatividade.

Quais são as responsabilidades de cada uma?

Como braço direito dos pais, a babá age em todas as tarefas que seriam desempenhadas pelos pais. Faz o dever de casa, controla os remédios, cuida da higiene e da saúde das crianças. Também deve ter um tempo para brincar e passear com a criança. Em alguns casos, a babá também pode levar na escolinha ou em atividades extracurriculares, como natação ou música. Já as babysitters ficam com as crianças geralmente por um período curto de tempo, e desempenham as tarefas segundo a rotina e necessidade da criança. A babysitter deve brincar e entreter a criança quando os pais estão fora, mas também dando suporte emocional e ajudando nas tarefas como escovar os dentes, fazer as refeições nos horários, etc.

Babysitter ajuda nas atividades domésticas?

Geralmente as tarefas de casa são desempenhadas pela empregada doméstica ou pelos pais. As babás podem ficar responsáveis por fazer a comida da criança, cuidar da higienização de suas roupas e da organização dos brinquedos. As babysitters despendem mais atenção à criança, não ficando responsável por nenhuma tarefa ligada à rotina da casa.

Qual a diferença de formação entre babá e babysitter?

As boas babás possuem formação ligada à educação, saúde, cuidados higiênicos e pedagógicos das crianças. Esta pode se dar através de cursos, palestras ou pelo histórico de experiências com outras famílias. Elas precisam estar preparadas para dar suporte estrutura e afetivo para as crianças, geralmente suprindo a lacuna em caso de ausência dos pais. Babysitters podem ter diversas formações, nem sempre ligadas ao desenvolvimento infantil. Porém devem ter experiência, comprovando responsabilidade e compromisso na hora de cuidar dos filhos. A referência é muito importante em qualquer um dos dois casos, por isso utilize sempre indicações e empresas de confiança.

Como sei se preciso de babá ou babysitter?

As famílias com poucos filhos, que gostam de viajar e apostam em uma estrutura familiar mais próxima, tende a optar pelas babysitters em sua escolha. Por não possuir vínculo empregatício e também por terem mobilidade de horário, as babysitters oferecem o serviço ideal de acordo com a demanda. É usual em grandes famílias a prefência por uma babá, principalmente as quais os pais trabalham fora todos os dias com horários mais rígidos.

A preferência entre babá e babysitter, no entanto, será aquela que mais se encaixa na necessidade da família.

Você conhece os serviços da Click Babá? Saiba mais e veja porque esta pode ser a solução ideal para quem procura segurança e tranquilidade na hora escolher com quem deixar as crianças por algumas horas.

Assine a nossa newsletter e acompanhe as novidades de tudo o que é relacionado ao cuidado dos filhos!

Baixe também nosso aplicativo (App) nas lojas Apple Store e Google Play